Home MaranhãoMARANHÃO Trio suspeito de cultivar roça de maconha é preso no interior do Maranhão

Trio suspeito de cultivar roça de maconha é preso no interior do Maranhão

por Correio do Maranhão
0 commentar

Os homens, que eram donos de uma plantação de maconha, foram presos, por volta das 5h, no povoado Encruza, na cidade de Pedro Rosário, a cerca de 130 km de São Luís.

Três homens foram presos, no fim da madrugada desta quinta-feira (4), pelos crimes de tráfico de drogas e posse ilegal de ama de fogo. Os homens, que eram donos de uma plantação de maconha, foram presos, por volta das 5h, no povoado Encruza, na cidade de Pedro Rosário, a cerca de 130 km de São Luís.

Segundo informações do 10° Batalhão de Polícia Militar de Pinheiro, a guarnição recebeu denúncias de que no povoado Encruza haviam dois irmãos traficando e que também possuíam uma roça de maconha nos fundos da propriedade de um deles.

A PM acionou o Serviço de Inteligência, que foi ao local, nessa quarta (3), verificar quais seriam as residências dos suspeitos e onde ficava a roça de maconha.

Após confirmada as informações, nesta quinta a PM foi até o povoado e lá cercaram as residências dos suspeitos e fizeram buscas pelos imóveis.

Na casa de um dos suspeitos a PM achou 31 pedras de crack e uma espingarda tipo bate-bucha. Já na casa do outro conduzido, havia outra espingarda.

Nos fundos de uma das casas foi encontrado um homem, o qual levou a guarnição até o plantio de maconha.

Na hora do deslocamento até o plantio da droga, foi avistado um suspeito, que é morador da cidade de Viana e sócio do plantio da erva. Ao perceber a presença policial no local, o homem largou uma espingarda, que tinha em punho, e adentrou no matagal, não sendo possível localizá-lo.

Na roça, a polícia encontrou um casebre, que servia de abrigo ao homem que fugiu. Nela foram encontrados uma sacola cheia de maconha pronta para o consumo e outro saco de sementes. Na roça as plantas estavam com porte médio e a área era bem vasta.

Trio suspeito de cultivar roça de maconha é preso no interior do Maranhão — Foto: Divulgação/PM-MA

As plantas foram arrancadas e queimadas junto com o casebre, apenas uma porção da erva in natura foi levada com a guarnição para comprovação do crime.

Ainda segundo a polícia, o terreno estava preparado para o plantio de mais de 2 mil pés de maconha.

Diante dos fatos, o material recolhido e os detidos foram apresentados para a autoridade judiciária, para os procedimentos de praxe.

Por: https://g1.globo.com/ma

Related Articles

Deixe um Commentario