Home Maranhão Enterrado em Codó bebê de 4 meses morto com tiro disparado pela irmã

Enterrado em Codó bebê de 4 meses morto com tiro disparado pela irmã

por Correio do Maranhão
0 commentar

Bebê foi reconhecido como Saulo José de Sousa Silva; Pai do bebê e da menina vai responder em liberdade por homicídio culposo.

Foi enterrado nessa quarta-feira (20), na cidade de Codó, a 290 km de São Luíso corpo do bebê de quatro meses morto com um tiro disparado pela irmã dele, de apenas oito anos de idade. O bebê foi reconhecido como Saulo José de Sousa Silva.

Foram profissionais da saúde que chamaram a polícia assim que Saulo José deu entrada no Hospital Geral Municipal de Codó. O bebê de apenas quatro meses foi levado pelos pais para receber atendimento médico depois de levar um tiro acidental na testa.

Segundo a PM, a irmã da vítima, uma menina de oito anos, brincava com uma espingarda quando houve o disparo. A arma do tipo carabina de pressão foi apreendida pela polícia e levada para a delegacia. O pai das crianças foi ouvido e depois liberado para o velório do filho.

De acordo com o tenente da Polícia Militar, Artur Vasconcelos, a arma estava sendo utilizada pelo pai das crianças para matar ratos que estavam na casa. “O pai estava utilizando (a arma) para matar ratos na casa, uma arma emprestada. Porém ele acabou esquecendo ela carregada e de fácil acesso e acabou que a criança de oito anos teve a acesso a ela. Não sabia mexer e acabou efetuando o disparo acidental no seu irmão de quatro meses”.

O delegado responsável pelo caso, Benedito Júnior, disse que o pai do bebê e da menina vai responder em liberdade por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. “Foi uma situação bastante triste. No entanto, nós como cumpridores da lei e da legislação nós não podemos deixar passar nada no que se refere a infrações penais. O pai da criança foi autuado por homicídio culposo. No entanto, eu mesmo realizei a dispensa da fiança. Ele vai responder o processo em liberdade em razão de diversos fatores”, finalizou.

Por: https://g1.globo.com/

Related Articles

Deixe um Commentario