Home RURAL Ciro Gomes, que quer ‘reconstruir’ a Embrapa, é oficializado candidato a presidente

Ciro Gomes, que quer ‘reconstruir’ a Embrapa, é oficializado candidato a presidente

por Correio do Maranhão
0 commentar

Confirmado pelo PDT como postulante ao Palácio do Planalto, ele divulga projeto em que fala em “diversificar a agricultura”

Ex-ministro e ex-governador do Ceará, Ciro Gomes foi confirmado pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT) como candidato à presidência da República. A definição ocorreu durante a convenção realizada pelo partido nesta quinta-feira (20). Será a quarta vez que Ciro tentará chegar ao comando do Palácio do Planalto — as outras vezes foram em 1998, 2002 e 2018.

Mais uma vez com status de candidato a presidente, Ciro divulga, em seu site oficial, projeto em que apresenta suas propostas para o país. Ao total, são externadas 12 ideias centrais. Um dos pilares da economia nacional, o agronegócio não é destaque em nenhum deles, mas ações para o setor são mencionadas pelo pedetista no capítulo 11, intitulado “Brasil, potência verde”.

Ideia de reconstruir a Embrapa

No tópico em questão, o presidenciável fala em “reconstruir” a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e outras entidades, como o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). De acordo com ele, essas instituições foram “desmanteladas pelo governo Bolsonaro”.

“Diversificar a agricultura e favorecer um novo modelo de desenvolvimento agropecuário” — Ciro Gomes

A Embrapa, porém, é mencionada outras duas vezes no projeto divulgado pela equipe de Ciro Gomes na internet. Em um trecho, fala-se do interesse em “utilizar o know how” da instituição para “promover o reflorestamento e o enriquecimento do solo de áreas degradadas”. Na visão do candidato do PDT, isso servirá para “diversificar a agricultura e favorecer um novo modelo de desenvolvimento agropecuário”.

“A Embrapa também irá incorporar métodos mais científicos ao manejo sustentável de florestas, ao uso da biodiversidade para fins farmacêuticos e ao aproveitamento do nosso imenso potencial hídrico, sem necessidade de alagar grandes áreas”, prossegue, no material virtual, o candidato a presidente da República.

Ciro Gomes: da energia renovável ao açaí

No mesmo capítulo de seu projeto apresentado de forma online, Ciro Gomes aborda o investimento em novas matrizes energéticas, indo além do trabalho exclusivo do poder público. Nesse sentido, ele promete apostar na “integração de geradores de energia renovável (solar, eólica e mini hidrelétricas privadas) ao sistema de distribuição”.

“Incentivo ao beneficiamento do setor extrativista e a racionalização do licenciamento de diversas cultura”

A promoção de determinados produtos que ajudam a movimentar o agronegócio brasileiros também é mencionada pelo membro do PDT — principalmente para oportunidades a quem vive na Amazônia. “Oferecer alternativas econômicas para a população amazônica, o que inclui o incentivo ao beneficiamento do setor extrativista e a racionalização do licenciamento de diversas culturas com valor econômico, a exemplo do látex, açaí, guaraná e cacau”, pontua o paulista de Pindamonhangaba que construiu carreira política no Ceará e quer, mais uma vez, tentar chegar à presidência da República.

Por: https://www.canalrural.com.br/

Related Articles

Deixe um Commentario