Home ENTRETENIMENTO Anitta se recupera de cirurgia e segue sem previsão de alta

Anitta se recupera de cirurgia e segue sem previsão de alta

por Correio do Maranhão
0 commentar

A cantora foi operada na manhã desta quarta-feira (20) devido a um quadro de endometriose

Anitta foi operada na manhã desta quarta-feira (20). A cantora está internada no O Hospital Vila Nova Star, na zona sul de São Paulo, e foi submetida ao procedimento cirúrgico para o tratamento de endometriose. Ela está bem, mas segue sem previsão de alta.

Segundo o comunicado enviado pelo hospital ao R7, a cirurgia foi minimamente invasiva e durou cerca de quatro horas. O procedimento correu bem, sem nenhuma intercorrência. A cantora apresenta um bom quadro clínico, mas segue internada sem previsão de alta

A cantora passou pela cirurgia devido a um quadro de endometriose. Trata-se de uma condição inflamatória crônica originada pelo crescimento anormal de células do endométrio fora do útero, podendo causar sangramentos, cólica menstrual, dor intensa e infertilidade, entre outras complicações.

Anitta está internada desde a última segunda-feira (18). No hospital, a funkeira está acompanhada do namorado, o produtor musical canadense Murda Beatz, e da amiga Gkay.

Leia abaixo o comunicado na íntegra:

“O Hospital Vila Nova Star, da Rede D’or, informa que a artista Anitta passou na manhã desta quarta-feira (20/7) por cirurgia para tratamento de endometriose na unidade, localizada na zona sul da capital paulista.

O procedimento, minimamente invasivo durou cerca de quatro horas, sem nenhuma intercorrência.

A cantora apresenta bom estado clínico e permanecerá internada no Vila Nova Star, onde deu entrada na última segunda-feira (18). Até o momento não há previsão de alta.

Anitta está sob cuidados médicos da equipe chefiada pela professora doutora Ludhmila Hajjar e pelo diretor geral do hospital, Pedro Loretti.
Endometriose é uma condição inflamatória crônica originada pelo crescimento anormal de células do endométrio fora do útero, podendo causar sangramentos, cólica menstrual, dor intensa e infertilidade, entre outras complicações. Em alguns casos, a intervenção cirúrgica é indicada.”

Por: https://entretenimento.r7.com/

Related Articles

Deixe um Commentario