Home Piaui Piauí é onde menos se usa cinto de segurança; vítima relata sobrevivência graças ao item: ‘foi o que nos segurou’

Piauí é onde menos se usa cinto de segurança; vítima relata sobrevivência graças ao item: ‘foi o que nos segurou’

por Correio do Maranhão
0 commentar

Debate sobre importância do uso de cinto veio à tona após o acidente envolvendo o ex-BBB Rodrigo Mussi, que estava sem o item quando foi arremessado de carro em São Paulo.

Apenas 54,9% das pessoas com 18 anos ou mais que dirigem ou que andam no banco da frente usam sinto de segurança no Piauí. O uso do item de segurança no banco de trás é ainda menor: apenas 35,2%.

Os dados são de pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2019, mas o assunto veio à tona após o acidente envolvendo o ex-BBB Rodrigo Mussi, que está internado em estado grave desde o dia 31 de março, após ser arremessado de um carro em acidente.

Rodrigo Mussi estava em um carro de aplicativo quando o motorista bateu na traseira de um caminhão, na Marginal Pinheiros, em São Paulo (SP).

O condutor, que estava com o cinto de segurança, saiu ileso do acidente, já o ex-BBB, que estava no banco de trás, sem cinto, sofreu traumatismo craniano, teve uma fratura na perna direita e lesões na coluna.

Vítima de um acidente de carro em 2018, a advogada Samira Leite acredita que ela, o pai e três amigos só saíram com ferimentos leves da ocorrência devido ao uso do item de segurança.

“Estávamos indo para o Círio de Nazaré, em Belém do Pará. Dormimos em Santa Inês, no Maranhão, para prosseguir a viagem, mas não conhecíamos a estrada e fomos surpreendidos por vários buracos. Meu amigo que dirigia acabou perdendo o controle e o carro capotou, foi parar do outro lado da estrada e só parou porque tinha uma cerca”, contou.

Hoje, a advogada relata que o uso do cinto é fundamental para diminuir as consequências de acidentes de trânsito, podendo salvar vidas.

“Sempre que nos perguntam, nossa certeza é essa. Que realmente só saímos vivos daquele acidente devido ao cinto, que nos segurou e acabou nos protegendo de uma fatalidade. É um item muito simples, que infelizmente as pessoas não dão a devida importância e pode salvar vidas, como salvou a minha, do meu pai e dos meus amigos”, declarou Samira.

Infração de trânsito

O uso do cinto de segurança é obrigatório para todos os ocupantes de um carro, conforme o artigo 65 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). O descumprimento da regra é considerado uma infração grave ou gravíssima, e a multa é de R$ 195,23.

No Piauí, 2.540 pessoas foram flagradas sem cinto de segurança, pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), em 2021. Neste ano, o número chegou a 903 flagrantes.

“É uma conduta de segurança que ainda não é feita por muitos motoristas”, afirmou a inspetora De Menezes, relações-públicas da PRF no Piauí.

Por: globo.com/pi/

Related Articles

Deixe um Commentario