Home TECNOLOGIA Chevrolet promete ”muita tecnologia embarcada” para nova Montana

Chevrolet promete ”muita tecnologia embarcada” para nova Montana

por Correio do Maranhão
0 commentar

Fábrica de São Caetano do Sul (SP) está sendo preparada para receber a novidade

Por se tratar de uma novidade importante para sua operação no Brasil, é natural que a Chevrolet explore ao máximo o projeto envolvendo a próxima geração da Montana produzida em São Caetano do Sul (SP). 

A unidade em questão, onde também é montado o Chevrolet Tracker, está recebendo uma série de aprimoramentos para receber o novo produto, que compartilha com o SUV compacto a plataforma GEM. 

Por meio de uma série de vídeos apresentados no perfil da companhia no LinkedIn, a GM América do Sul está apresentando todos os passos para efetuar as melhorias na linha de montagem em sua sede no Brasil. 

No material mais recente, a empresa apresentou uma dica importante sobre a evolução da Montana. 

Ao longo do vídeo, apresentado por Ricardo Urbano, diretor de produção da GM, o executivo comenta que podemos esperar por “muita tecnologia embarcada” na nova Montana. 

Equipamentos

Olhando para a gama atual da Chevrolet no país, entre os modelos que são baseados na arquitetura GEM temos na linha Onix recursos como o monitoramento de pontos cegos e o assistente de condução. O Tracker, por sua vez, conta com os itens em seu catálogo Premium e acrescenta ainda o alerta de colisão com frenagem autônoma de emergência, apenas para elencar os itens mais sofisticados. 

É possível compreender pela mensagem da GM que a Montana vai oferecer ao menos um pacote equivalente ao do SUV compacto, quem sabe até reforçado ainda mais por alguns itens adicionais. 

Outro ponto relevante nos carros da Chevrolet, que certamente será aplicado na nova Montana, são os recursos de telemática proporcionados pelo OnStar, além do Wi-Fi nativo na central multimídia. 

A previsão é que a nova geração da Montana fará sua estreia no começo de 2023

O modelo vai migrar de categoria em sua renovação completa, subindo de segmento e tornando-se uma rival para Renault Duster Oroch, Fiat Toro, entre outras picapes intermediárias. 

No campo das especulações, cogita-se nos bastidores que a nova Montana poderá compartilhar com o Tracker a motorização 1.2 turbo ou a Chevrolet poderia até investir em uma alternativa com potência e torque superiores para o catálogo topo de linha da picape. 

De qualquer forma, vale citar que a plataforma GEM contempla apenas tração dianteira, o que reforça a premissa de que a nova Montana deverá ter um foco maior no custo-benefício vantajoso, algo que também permeia as propostas da gama Onix bem como a linha Tracker. 

Logo, para quem considera a aquisição de uma picape no curto prazo, talvez seja interessante aguardar o que a nova Chevrolet Montana poderá trazer ao mercado. 

Por: https://www.autoo.com.br/

Related Articles

Deixe um Commentario