Home ESPORTE Vasco inicia reformulação por saídas, e barca aumentará; Marquinhos Gabriel está nos planos

Vasco inicia reformulação por saídas, e barca aumentará; Marquinhos Gabriel está nos planos

por Correio do Maranhão
0 commentar

Clube tem interesse na renovação do meia. Após oito jogadores saírem, elenco é avaliado por Zé Ricardo. Castan tem mais um ano de contrato, mas permanência encontra resistência interna

Ainda sem contratações, o Vasco concentra a primeira parte de sua reformulação nas saídas. Até o momento, o clube confirmou que oito jogadores com contratos no fim não ficarão em 2022. Entre eles, Germán Cano, principal nome do elenco vascaíno nas duas últimas temporadas.

A barca, no entanto, não vai parar por aí. Há outros nomes com vínculos no fim e até jogadores com contrato que têm a permanência avaliada. Obviamente contratos em vigor podem ser um obstáculo, mas em São Januário a ordem é reavaliar todo o elenco, independentemente da situação contratual.

Ainda sem um diretor-executivo, desde a saída de Alexandre Pássaro há quatro semanas, os casos estão sendo avaliados pelo presidente Jorge Salgado, com a ajuda do técnico Zé Ricardo que, mesmo de longe, já se envolve na formação do elenco para 2022. O técnico está no Catar e é aguardado na próxima semana em São Januário.

Daniel Amorim, Morato e Marquinhos Gabriel têm contrato até o fim do mês e ainda não tiveram o futuro definido. Os dois primeiros estão emprestados, respectivamente, por Tombense e Bragantino. O caso de Marquinhos Gabriel é diferente. Sem vínculo com outro clube, o meia está nos planos da comissão técnica, e o Vasco tentará um acordo de renovação.

Há ainda a situação de Vanderlei. O goleiro atingiu meta de jogos estipulada em contrato que prevê renovação automática com o mesmo salário. Caso conseguisse o acesso, o valor seria reajustado. No entanto, como perdeu espaço ao longo da Série B e terminou a temporada na reserva, a situação está sendo avaliada pelas duas partes. Hoje, a tendência é que ele não permaneça em São Januário.

Entre os atletas com contrato, a maior dúvida paira sobre o futuro de Leandro Castan. O capitão vascaíno tem vínculo até o fim de 2022, mas terminou o ano em baixa, muito vaiado pela torcida.

O desgaste vem desde o rebaixamento e, para muitos, a relação de quatro temporadas deveria chegar ao fim. Inclusive há uma pressão interna pela saída do zagueiro. Após a saída de Cano, é o caso tratado com mais cuidado. A decisão, no entanto, passa também pela avaliação da comissão técnica e pela possibilidade de um acordo.

Jogadores em fim de contrato

Marquinhos Gabriel: sem vínculo com outro clube e com contrato no fim, está nos planos do Vasco, que tem interesse na renovação.

Morato: emprestado até o fim do mês pelo Bragantino, sua permanência é avaliada pela comissão técnica. Para o jogador também seria interessante jogar a Série A em 2022, o que pode pesar. Hoje, pelo desgaste com a torcida, a tendência é que Morato não fique, mas ainda não há uma definição.

Daniel Amorim: emprestado pela Tombense até o fim do mês, deixou boa impressão quando teve oportunidade. Sua permanência, no entanto, ainda é incerta.

Vanderlei: a situação do goleiro é peculiar. Após atingir meta de jogos estabelecida, seu contrato prevê renovação automática por mais um ano. O novo vínculo, no entanto, ainda não foi assinado, e a tendência é que as partes entrem em um acordo para o fim da relação.

Jogadores com contrato

Leandro Castan: parte da diretoria do Vasco entende que o melhor caminho é encerrar a relação, devido ao desgaste do zagueiro com a torcida, além da queda técnica na última temporada. A permanência, no entanto, também passa por avaliação da comissão técnica. Castan renovou contrato no início do ano, quando aceitou reduzir o valor.

É uma situação delicada, que o clube trata com cuidado. Apesar da permanência de Castan encontrar muita resistência interna, a direção entende que ele é um jogador que tem uma história no clube, sempre se dedicou e isso é levado em consideração. A tendência é que as partes busquem um acordo pelo fim do vínculo.

Léo Matos: é outro que aceitou reduzir o salário após o rebaixamento e renovou até dezembro de 2022. Sua permanência vai depender de avaliação de Zé Ricardo.

Quem já saiu

  • Andrey
  • Cano
  • Ernando
  • Zeca
  • Walber
  • Romulo
  • Michel
  • Léo Jabá

Por: g1

Related Articles

Deixe um Commentario