Home BALSAS Secretário comemora refeições por R$ 1,00 nos restaurantes populares e Restaurante da Educação

Secretário comemora refeições por R$ 1,00 nos restaurantes populares e Restaurante da Educação

por Correio do Maranhão
0 commentar

Já está em vigor a partir dessa segunda-feira (22), o preço das refeições (almoço e jantar) nos restaurantes populares de todo o estado do Maranhão. A medida foi comemorada pelo deputado estadual licenciado e secretário de Desenvolvimento Social, Márcio Honaiser (PDT)

“A partir de hoje, além do jantar, o almoço também passa a ser apenas R$1. A mesma qualidade, com menor preço, em todos os restaurantes populares do Maranhão, a maior rede do Brasil!”, publicou Honaiser em suas redes sociais.

Desde a sua inauguração, o Restaurante da Educação já forneceu 12.490 refeições a seus usuários, garantindo alimentação de qualidade e preço acessível a estudantes do ensino médio, universitários e profissionais ligados à educação pública, das redes estadual e federal. O restaurante está funcionando das 11h às 14h, no Centro Histórico de São Luís, no cruzamento da Rua do Egito com a Rua dos Afogados.

A partir de segunda-feira (22), seguindo determinação do governador Flávio Dino, as refeições serão servidas a um custo de R$ 1,00, cada. Para ter acesso, o usuário precisa se cadastrar no site: restaurantedaeducacao.ma.gov.br e aguardar a validação do cadastro. Depois de aprovado, basta se dirigir ao restaurante.

O Governo do Estado criou o Restaurante da Educação pensando na valorização de estudantes, servidores e todos os profissionais que atuam na educação pública na Regional de São Luís e que necessitavam de um restaurante que pudesse fornecer alimentação a preço acessível.

No mesmo prédio do Restaurante da Educação, funciona também o IEMA Gastronomia, que oferece formação técnica e profissionalizante para chefs de cozinha, cozinheiros industriais, confeiteiros e garçons.

Almoço também será R$ 1 nos restaurantes populares. Quanto ao Restaurante da Educação já foram servidas 12.490 refeições a estudantes do ensino médio, universitários e profissionais ligados à educação pública. #OMaranhaoSeInformaAqui

Por: Emanuel Lemos

Related Articles

Deixe um Commentario