Home ESPORTE Radar da Seleção: fora da lista, Vini Jr faz novo “doblete” na temporada, e Raphinha marca bonito gol

Radar da Seleção: fora da lista, Vini Jr faz novo “doblete” na temporada, e Raphinha marca bonito gol

por Correio do Maranhão
0 commentar

Jogador do Real Madrid tem nove gols e três assistências em 14 jogos. Atacante do Leeds marca pela quarta vez na Premier League depois de passar susto com pancada há uma semana

Fora da lista de Tite depois de cinco convocações consecutivas, Vini Jr movimenta o noticiário na Espanha pela renovação de contrato e por questionamentos pela ausência da Seleção em fase encantada no Real Madrid. No fim de semana, ele marcou mais dois gols – o terceiro “doblete” da temporada (também fez dois gols contra o Shakthar pela Champions, há 10 dias, e diante do Levante, em agosto) – contra o Elche, garantindo a vice-liderança da Liga.

Com poucas chances com Tite, Vini Jr ainda não conseguiu fazer uma boa atuação pela Seleção nos 154 minutos em que esteve em campo em sete jogos na Seleção. O atacante foi preterido pelos novatos Raphinha, destaque da última data Fifa com passes e dois gols pela Seleção, e Antony, que também marcou e fez boas aparições.

De volta após susto de pancada no último fim de semana, Raphinha fez bonito gol e teve boa atuação na vitória do Leeds United contra o Norwich, na Premier League. Ele marcou seu quarto gol em nove jogos pelo clube inglês e vai se apresentar à Tite com status de titular para os jogos contra a Colômbia, dia 11, em São Paulo, e diante da Argentina, dia 16.

Outro que ficou de fora da lista, Claudinho segue em boa jornada pelo Zenit, líder na liga da Rússia. Na goleada por 4 a 1 sobre o Dynamo, o meio-campista fez o primeiro do jogo e acertou bonito chute no travessão. Wendel, revelado pelo Fluminense, que foi convocado algumas vezes por Andre Jardine no projeto olímpico, também fez um gol na partida pelo campeonato russo.

Convocado como alternativa recente para a construção de ataque, o ex-jogador do Bragantino não foi mais chamado depois de ser lembrado para a rodada tripla de setembro. Mas ele não permaneceu com a Seleção, atendendo a pedido do Zenit.

Tite escolheu Philippe Coutinho na ausência de Everton Ribeiro. No fim de semana, Coutinho entrou na vaga de Aguero, no fim da primeira etapa, no empate do Barcelona pela Liga.

Gol de Veríssimo e mais assistências

A rodada dos nacionais no último fim de semana registrou outras boas participações de atletas brasileiros. Em início de temporada irregular e longe do brilho de outros anos, Neymar ajudou o PSG a vencer o jogo no finalzinho contra o Lille.

Marquinhos fez o gol de empate depois de Neymar iniciar a jogada para Di Maria ir na ponta e cruzar para o zagueiro da Seleção. Depois, o camisa 10 tentou uma, duas vezes até um dos argentinos virar o jogo. Primeiro, Icardi chutou para fora, mas depois Di Maria, após tabela, colocou no cantinho.

a Itália, a Juventus de Danilo e Alex Sandro perdeu para o Hellas Verona – com dois gols de Giovanni Simeone, filho do treinador do Atlético de Madrid -, mas o lateral-direito brasileiro fez boa jogada no gol de Mckennie. Bem ao seu estilo, como armador de frente, na intermediária adversária, ele deu passe vertical para o americano Weston McKennie receber e finalizar entrando na área.

Em Portugal, Lucas Veríssimo, um dos quatro zagueiros convocados constantemente por Tite, marcou seu terceiro gol no campeonato português, no empate do Benfica com o Estoril – resultado que custou a liderança do time de Jorge Jesus.

Convocado para substituir Matheus Cunha na última lista, Arthur Cabral acertou um chutaço e chegou ao seu 23º gol pelo Basel, em 22 jogos – ele também tem quatro assistências.

Veja a lista de convocados:

  • Goleiros: Alisson (Liverpool), Ederson (Manchester City) e Gabriel Chapecó (Grêmio);
  • Laterais: Danilo (Juventus), Emerson Royal (Tottenham), Alex Sandro (Juventus) e Renan Lodi (Atlético de Madrid);
  • Zagueiros: Éder Militão (Real Madrid), Lucas Veríssimo (Benfica), Marquinhos (PSG) e Thiago Silva (Chelsea);
  • Meio-campistas: Casemiro (Real Madrid), Fabinho (Liverpool), Fred (Manchester United), Gerson (Olympique de Marselha), Lucas Paquetá (Lyon) e Philippe Coutinho (Barcelona);
  • Atacantes: Antony (Ajax), Roberto Firmino (Liverpool), Gabriel Jesus (Manchester City), Matheus Cunha (Atlético de Madrid), Neymar (PSG) e Raphinha (Leeds).

Por: Raphael Zarko 

Related Articles

Deixe um Commentario