Home Piaui Especialista dá dicas de como controlar a ansiedade antes da prova do Enem

Especialista dá dicas de como controlar a ansiedade antes da prova do Enem

por Correio do Maranhão
0 commentar

O médico psiquiatra Vicente Gomes separou algumas dicas que podem ajudar a controlar a ansiedade antes do dia da prova.

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 acontecerão nos dias 21 e 28 de novembro e é natural que os candidatos fiquem mais ansiosos com a aproximação do exame. Entretanto, a ansiedade em excesso pode causar diversos prejuízos, inclusive, atrapalhar o rendimento do estudante no momento da resolução da prova.

A estudante Maria Clara Bezerra já sentiu na pele os efeitos da ansiedade na hora do exame. A jovem já fez o Enem duas vezes e, em todas às vezes, o nervosismo esteve presente.

“Na primeira vez que eu fiz, foi muito nervosismo. Foi em 2019, antes da pandemia. Eu tremia muito. Eu pensava ‘é só treino, relaxa, respira, vai dar tudo certo’. Aí eu fiz em 2020, no meio da pandemia, mas eu fiz. Eu fiquei mais calma, porque era a minha segunda vez, mas nervosa porque só faltava um ano para eu entrar e fazer valendo”, contou.

Já para Maria Cecília Fernandes, a ansiedade interfere, principalmente, no sono. “Não dá para não ficar nervosa, porque esse é o ano que mais a gente tem que focar. Eu tento estudar de noite, aí quando eu não consigo, eu vou tentar dormir, aí quando eu vou dormir fico pensando ‘será se eu estudei? Será se vai dar certo? Será que eu vou ficar nervosa?’ e é isso”, comentou a estudante.

Com o objetivo de ajudar Maria Clara, Maria Cecília, e tantos outros estudantes que estão ansiosos devido ao Enem, o médico psiquiatra Vicente Gomes separou algumas dicas que podem ajudar a controlar a ansiedade antes do dia da prova. Confira:

Em primeiro lugar, ficar ansioso é normal!

Segundo o especialista, é natural que nós fiquemos ansiosos em virtude de provas, testes ou exames. A ansiedade pode até ajudar a deixar o candidato a ficar mais preparado para este momento.

“É importante deixar claro que essa ansiedade é natural. Quando é submetida a um teste, a uma prova ou a um exame, a pessoa vai sentir a ansiedade. E ela, em pequenos níveis, é até positiva, porque vai deixar o aluno preparado, em alerta, para lidar melhor com essa situação. Agora, o exagero, o excesso dessa ansiedade é que vai trazer prejuízos, vai mexer com o emocional, vai trazer sintomas físicos, vai prejudicar o rendimento dos estudos, até também na hora da prova”, explicou o médico.

Esgotamento mental

O psiquiatra alerta sobre os sintomas que indicam o esgotamento mental, que é quando o candidato deve procurar um profissional.

“É importante observar outros sintomas. A gente dá uma alerta importante aos estudantes e aos pais em relação aos sinais de esgotamento mental. Quando é que isso acontece? O estudante vai ficar muito nervoso, ele vai começar a ter prejuízo diretamente naquela concentração na hora dos estudos, ele pode ter o coração disparando, acelerando, pode ter problemas intestinais, dores de cabeça, uma certa apatia, irritabilidade, irregularidade no sono, apetite comprometido, compulsão por doce. Aí ele fica nervoso quando pensa em prova, pensa em Enem. Ele tem dificuldade de fazer simulados. Quando começa a comprometer a rotina, trazer esse prejuízo no seu dia-a-dia, o melhor é procurar uma ajuda profissional”, disse Vicente Gomes.

Não troque o dia pela noite

Segundo o médico psiquiatra, não é correto tentar compensar as horas de estudos perdidas ao longo do dia no período noturno. Ou seja, o famoso ‘trocar o dia pela noite’.

“É importante que você tenha um sono de qualidade. E um sono de qualidade é aquele sono noturno. Tem gente que quer ali forçar um pouco a barra, ‘ah, eu vou estudar até um pouco mais tarde’, no dia seguinte não vai render, não vai concentrar, e vai ficar mais ansioso ainda. Concentra ali tua energia, teu foco, durante o dia, faz o que tem que ser feito e vai dar certo”, comentou Vicente Gomes.

O que fazer dias antes da prova?

É comum que o candidato fique mais ansioso que o normal dias antes da prova. Segundo Vicente Gomes, a respiração pode ajudar a controlar o nervosismo neste período.

“Trabalhar a respiração. É fundamental. Dar uma pausa. O ideal seria a pessoa fazer uma programação para aqueles dias que antecedem a prova. Evitar estudar um dia antes da prova, fazer aquela revisão. Tentar ter um dia de tranquilidade, assistir um filme, escutar uma música, dar uma volta, passear com o seu cachorro. É importante manter aquele dia calmo para que, no dia seguinte, a pessoa consiga estar mais preparada e tranquila para fazer a prova”, afirmou o médico.

Por fim, fique com quem te faz bem!

“A amizade, a companhia dos pais, você estar perto de pessoas que você fica bem ao lado delas, com energia positiva ao seu redor, isso contribui para que a pessoa fique mais tranquila e enfrente aquele processo com maior naturalidade”, concluiu o médico psiquiatra.

Por: g1 PI

Related Articles

Deixe um Commentario