Home Piaui Governo inaugura sistema integrado de fiscalização do Posto Fiscal da Tabuleta nesta quinta

Governo inaugura sistema integrado de fiscalização do Posto Fiscal da Tabuleta nesta quinta

por Correio do Maranhão
0 commentar

O sistema contempla a operacionalização dos equipamentos de inspeção como raio x e balanças.

O Governo do Piauí entrega, nesta quinta-feira (28), o sistema integrado de fiscalização do Posto Fiscal da Tabuleta, um dos mais importantes do estado. O sistema contempla a operacionalização dos equipamentos de inspeção como raios x e balanças. A solenidade, marcada para às 7h, contará com a presença do governador Wellington Dias e do secretário da Fazenda, Rafael Fonteles.

Com estes equipamentos, o Posto Fiscal terá tecnologia para detectar placas com o devido registro das mesmas em banco de dados específico; câmeras de grande alcance e qualidade de imagem para monitoramento de veículos e cargas.

Os raios x, por exemplo, usarão tecnologia não intrusiva, ou seja, sem necessidade de inspeção interna. O objetivo é ter mais precisão no processo de fiscalização. Em média, 120 caminhões podem ser escaneados por dia.

O sistema de fiscalização também utiliza software de integração de imagens, OCR, balança e equipamento de inspeção de cargas através de raios x com o sistema atual de fiscalização, além do monitoramento dos veículos que transitam dentro do posto e da gestão e automatização das diligências oriundas do processo de fiscalização no local.

Esse sistema permite identificar facilmente cargas com volume ou conteúdo diferente do especificado nas notas fiscais, veículos com fundo falso, objetos e cargas escondidas em locais de difícil acesso, como tanques de combustível, pneus, interior de painéis, bancos, forração de portas e outas partes ocas de chassi e carrocerias.

Para o secretário Rafael Fonteles, o equipamento vai auxiliar também na segurança, contribuindo no combate a crimes, como o tráfico de drogas, por exemplo.

“O scanner é um instrumento importante para aumentar a segurança nos postos, pois são capazes de detectar cargas ilegais. Ajuda no combate ao crime, como o tráfico de drogas. É um equipamento de extrema importância não só para a Sefaz, mas para órgãos de fiscalização que atuam nessa repressão, a exemplo da Secretaria da Segurança”, afirma.

O sistema custou quase R$ 14 milhões, sendo R$ 11 milhões em equipamentos e R$ 2 milhões em serviços. Os recursos são provenientes do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), por meio do Projeto de Modernização da Gestão Fiscal do Estado do Piauí (Profisco II).

Por: governo do piaui

Related Articles

Deixe um Commentario