Home RURAL Trator elétrico pode economizar R$ 14,7 mil ao ano sem usar diesel

Trator elétrico pode economizar R$ 14,7 mil ao ano sem usar diesel

por Correio do Maranhão
0 commentar

Máquina também pouparia 15 toneladas de emissões de CO2 na atmosfera

Monarch Tractor comparou o desempenho de seu trator elétrico e um modelo convencional a diesel e estimou uma economia de R$ 14,7 mil em combustíveis, além de redução de 15 toneladas em emissões de CO2, ao ano.

O estudo ocorreu na vinícola Wente Vineyards, na Califórnia, Estados Unidos, mas, segundo a publicação especializada Future Farming, não considerou alguns fatores.

Entre eles os custos de investimento, depreciação e manutenção de um trator elétrico, bem como a variação nos preços de combustível e da eletricidade ou condições climáticas que afetam a vida útil da bateria e o consumo de combustível.

Ainda assim, segundo a própria publicação, o teste de desempenho da Monarch dá uma boa indicação de como um vinhedo pode reduzir custos com a implantação de um trator elétrico.

Elétrico x diesel

O teste de campo visou quantificar quanto as fazendas podem economizar com uso de eletricidade em lugar de combustíveis fósseis. A empresa realizou uma operação de corte lado a lado com o trator a diesel John Deere. Ambos maquinários operavam com segadeira giratória em um vinhedo, em fileiras lado a lado.

A Monarch relatou o estado da carga de bateria e os níveis do tanque de combustível diesel antes e depois da operação. O trator a diesel e o Monarch Tractor alternaram linhas até a operação ser concluída, pouco mais de 7 horas depois.

O trator elétrico terminou a atividade com 18% de carga restante da bateria. A partir disso, a Monarch quantificou quanto Wente Vineyards poderia economizar em combustível e emissões anualmente, com uma duração média anual de 1.000 horas por trator.

Na somatória geral, o trator elétrico economizou US$ 2,56 em combustível por hora de atividade (descontado o custo da energia) e deixou de emitir 15,14 quilos de CO2 por hora. Deste modo, o equipamento, traria economia de  US$ 2.655,71 (ou R$ 14,7 mil) em combustíveis e 15 toneladas em emissões de CO2 durante um ano.

Como o modelo da Monarch custa a partir de US$ 50 mil, ou seja,  cerca de R$ 278 mil, o retorno no investimento levaria pouco quase 19 anos, se considerado apenas a economia de combustível.

O Monarch não é o único trator elétrico, por isso, também separamos outros modelos de maquinários elétricos pelo mundo.

Elétricos no Brasil

um exemplo é a startup YAK Tratores Elétricos, que recebeu, em novembro de 2020, um investimento seed de R$ 1,2 milhão por meio do programa Finep Startup, vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Telecomunicações (MCTIC).

A empresa catarinense foi fundada em outubro de 2018  com vistas ao grande potencial no mercado de tratores elétricos. “Até então só existiam grandes esforços em pesquisa e desenvolvimento de veículos elétricos de uso convencional, como carros e motos”, comentou João João André Ozório, um dos fundadores.

Por essa tendência, o AgEvolution trouxe alguns exemplos de tratores elétricos, suas vantagens e desafios a partir da opinião de especialistas.

Por: canal rural

Related Articles

Deixe um Commentario