Home Piaui Prefeitura anuncia aumento de 40% na frota de ônibus de Teresina nesta segunda-feira (11)

Prefeitura anuncia aumento de 40% na frota de ônibus de Teresina nesta segunda-feira (11)

por Correio do Maranhão
0 commentar

O aumento da frota do serviços de transporte público de Teresina ocorreu após a assinatura do acordo entre a Prefeitura e o Setut. Com acréscimo, frota em circulação pela capital fica com 200 ônibus.

A Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (Strans) informou que, nesta segunda-feira (11), haverá incremento de 40% no número de ônibus que circulam em Teresina. O Sindicato das Empresas do Transporte Urbano de Teresina (Setut) confirmou a ordem de serviço.

Com o acréscimo de veículos, a frota fica em 200 ônibus, distribuídos da seguinte forma entre os consórcios:

  • Consórcio Poty: 10 linhas – 42 veículos (Zona Norte)
  • Consórcio Urbanus: 13 linhas – 47 veículos (Zona Leste)
  • Consórcio Teresina: 22 linhas – 47 veículos (Zona Sul)
  • Empresa Transcol: 22 linhas – 64 veículos (Zona Sudeste)

A Strans informou ainda que a operação será fiscalizada pela superintendência durante a semana, para verificar a necessidade de aumento de algumas das frotas, de acordo com a demanda de passageiros.

Acordo entre Prefeitura e empresas

O aumento da frota de ônibus do transporte público de Teresina ocorreu após a assinatura do acordo entre a Prefeitura e o Setut, que aconteceu na última semana. O retorno dos ônibus nesta segunda foi uma das cláusulas estabelecidas para que o acordo fosse assinado.

acordo entre a prefeitura e o Setut estabeleceu o pagamento do débito de R$ 21 milhões de forma parcelada. A prefeitura deve pagar R$ 10,5 milhões em 2021 e o restante a partir de 2022. O parcelamento dos valores ficaria da seguinte forma:

  • Aporte inicial de R$ 4,5 milhões, a ser pago ainda nesta semana;
  • Parcela de R$ 3 milhões em novembro de 2021;
  • Parcela de R$ 3 milhões em dezembro de 2021;
  • Em 2022, pagamentos mensais de R$ 1,2 milhão.

O aporte inicial deve ser destinado diretamente para o pagamento da folha de pagamento das empresas. Se o pagamento acontecer ainda nesta quinta-feira (7), a advogada afirma que as empresas precisariam de dois dias para fazer com que o dinheiro chegue à conta dos trabalhadores.

Por: g1 PI

Related Articles

Deixe um Commentario