Home ESPORTE Com 87,2% de chance de título, Cuca aponta o maior desafio do Atlético-MG no Brasileirão

Com 87,2% de chance de título, Cuca aponta o maior desafio do Atlético-MG no Brasileirão

por Correio do Maranhão
0 commentar

Matemáticos colocam Galo disparado nas possibilidades de levar a taça; treinador diz que missão é manter a equipe nos trilhos nas 16 partidas restantes da competição

Prestes a disputar a 23ª rodada em visita à Chape, a liderança com folga rende ao Atlético-MG reais chances de título do Campeonato Brasileiro. Pelas contas do Departamento de Matemática da UFMG, que mantém o site “Probabilidades no Futebol”, o Galo tem, hoje, 87,2% de possibilidades de erguer a taça do campeonato. Os principais concorrentes são Flamengo, com 8,9%, e Palmeiras, 2,7%.

O Atlético ocupa o topo da tabela com 49 pontos, e 22 jogos disputados. São 10 pontos a mais que o Palmeiras, segundo colocado. Em seguida, aparece o Flamengo, com 38 pontos, mas 20 partidas disputadas.

Palmeiras e Flamengo estão na decisão da Copa Libertadores – os paulistas eliminaram justamente o Galo. Cuca analisa o cenários dos rivais e não descarta nenhum deles na briga pelo Brasileirão.

– Eles vão jogar o Brasileiro para vencer, mas eles têm um outro campeonato, que está decisivo. É natural que você tenha o time no melhor estágio e mais descansado possível para aquele jogo (final da Libertadores). E eu faria a mesma coisa se eu tivesse na final.

Apesar disso, Cuca alerta:

– (Palmeiras e Flamengo) também têm elencos fortíssimos. Seja lá quem for que eles vão escalar, vão disputar com a gente até o fim. Outras equipes também podem a qualquer momento disparar.

Desafio de Cuca

A campanha do Atlético é sólida. São 15 vitórias, quatro empates e três derrotas, um aproveitamento de 74,24%. É o melhor mandante (83,33%) e o melhor visitante (66,67%).

É baseando-se nesses números que Cuca aponta qual a missão do Atlético na reta final do Brasileiro.

“Meu desafio maior é tentar manter o que a gente vem fazendo. Se nós jogamos 22 partidas e estamos com 83% de aproveitamento em casa e 66% fora, temos que manter próximo disso. Esse é meu desafio.”

Tropeços serão naturais, ressalta o treinador. Caberá ao Atlético saber absorver o resultado negativo e reagir imediatamente.

– A gente não vai ganhar todos. De repente, você vai ter um tropeço. A gente tem que entender que isso faz parte do contexto. Mas a gente não pode tirar do trilho as coisas que estão sendo feitas por um resultado ou outro.

Por: Redação do ge

Related Articles

Deixe um Commentario