Home MaranhãoMARANHÃO Cristão é morto pela própria família no leste de Uganda

Cristão é morto pela própria família no leste de Uganda

por Correio do Maranhão
0 commentar

No leste de Uganda, um cristão, que abandonou o Islamismo para se entregar a Jesus, foi assassinado por criminosos contratados pela própria família. Saban Sajabi era um xeque que ensinava o Islamismo em mesquitas e escolas. Em 2015, depois de visitar um tio cristão, ele se entregou a Jesus. Imediatamente, ele começou a ser ameaçado por parentes. As ameaças à sua vida se intensificaram quando ele se casou com uma cristã em 2016.

Por cinco anos, Sajabi recebeu ameaças da família. Até que no último mês de julho, após uma emboscada, três homens em uma moto o espancaram, o arrastaram para um formigueiro e enfiaram sua cabeça. A esposa acompanhou tudo, e sendo segurada por um dos homens também foi ameaçada de morte. Ela contou que, mais tarde, viu um deles cortar o pescoço de seu marido já morto. A mulher cristã foi hospitalizada para tratar o trauma e a depressão por 18 dias.

Por: Marcella Bastos

Related Articles

Deixe um Commentario