Home MaranhãoMARANHÃO Afeganistão: Talibã encerra a tiros ato de mulheres que pediam direitos iguais

Afeganistão: Talibã encerra a tiros ato de mulheres que pediam direitos iguais

por Correio do Maranhão
0 commentar

Manifestações de afegãs ocorreu neste sábado (04) e foi o segundo protesto realizado em apenas dois dias

Forças especiais do  Talibã encerraram neste sábado (04), com tiros para o alto, um protesto de mulheres afegãs que exigiam direitos iguais ao grupo fundamentalista, que retornou ao poder em 15 de agosto, após quase 20 anos. A marcha foi a segunda ocorrida em dois dias na capital Cabul e transcorria pacificamente.

Manifestantes colocaram uma coroa de flores em frente ao Ministério da Defesa do Afeganistão para homenagear os soldados afegãos que morreram lutando contra o Talibã, antes de marcharem em direção ao palácio presidencial.

À medida que os gritos das manifestantes subiam o tom, funcionários do Talibã se juntaram à multidão para perguntar o que queriam dizer. Segundo a agência Associated Press, um dos integrantes afirmou que as mulheres teriam seus direitos.

Quando as mulheres se aproximaram do palácio presidencial, forças especiais atiraram para o alto e dispersaram as manifestantes. Também foi usado gás lacrimogênio.

Apesar de o Talibã ter prometido um governo mais inclusivo e moderado, muitos afegãos, sobretudo mulheres, permanecem céticos e temem um retrocesso aos direitos conquistados ao longo das últimas década. O grupo esteve no poder no Afeganistão pela última vez entre 1996 e 2001.

Por: Agência O Globo

Related Articles

Deixe um Commentario