Home TECNOLOGIA 4,5G é marketing ou tecnologia? Entenda a velocidade ‘pré-5G’ de operadoras.

4,5G é marketing ou tecnologia? Entenda a velocidade ‘pré-5G’ de operadoras.

por Correio do Maranhão
0 commentar

É bem provável que você tenha esbarrado com propagandas de operadoras bradando sobre redes 4,5G ou 4G+. Considerando que muitos usuários ainda encontram dificuldades com o 4G comum, não é difícil imaginar que esses nomes causem desconfiança. E aí, é marketing ou tecnologia de verdade? Os nomes são marketing. Tanto o 4,5G quanto o 4G+ se referem ao padrão LTE Advanced (que também é o do 4G) e/ou LTE Advanced Pro. O primeiro foi formalizado em 2011 pela 3GPP (3rd Generation Partnership Project), um grupo internacional que determina padrões de telecomunicações. O segundo em 2015 pela mesma organização.

Por outro lado, existem sim diferenças entre o 4G tradicional e essa nova tecnologia vendida pelas operadoras. O LTE Advanced significa Long Term Evolution (Evolução a Longo Prazo, em tradução livre) e designa o padrão de todo o 4G, segundo informações da Teleco. 4G x 4,5G.

A grande diferença entre o 4G e 4,5G está na velocidade e estabilidade de rede. Enquanto o 4G funciona usando somente uma faixa de frequência, de 2.500 MHz, o 4,5G pode usar diversas faixas para transmitir dados ao mesmo tempo. São combinadas à faixa de 2.500 MHz as faixas de 1.800 MHz e de 700 MHz (no último caso, apenas onde o sinal de TV analógica deixou de existir) —até cinco faixas de transmissão podem ser combinadas.

Em uma analogia simples, essa agregação de faixas, é como adicionar mais faixas de rolagem em uma estrada, diluindo o tráfego e viabilizando maiores velocidades. Ou seja, em vez de todo mundo congestionar uma mesma via de dados, o volume é diluído em diversas faixas. Essa tecnologia é chamada carrier aggregation (agregação de faixas em tradução livre). Além dessa combinação de frequências, o 4,5G também conta com outras estruturas que o diferenciam, como a MIMO 4×4, que permite que a comunicação entre a torre da operadora e o seu celular seja feita com quatro antenas de transmissão e de recepção, ao invés de duas, como é com o 4G.

Por: Colaboração para Tilt

Related Articles

Deixe um Commentario